Bloodline - Drama familiar do Netflix é suspense. E dos bons

, , No Comments
O cenário de Bloodline, nova série do serviço de streaming Netflix, é paradisíaco. A trama se passada em Islamorada, na Flórida, onde o sol brilha o ano inteiro, para onde milhares de turistas se dirigem todos os anos. Já o clima do drama, cujos 13 episódios da primeira temporada estão disponíveis desde 20 de março, não poderia ser menos ensolarado.
A série é protagonizada pela família Rayburn, donos de uma pousada na ilha, e que têm também uma ótima reputação perante a comunidade. Tudo começa na comemoração dos 45 anos de existência da pousada, quando toda a família se reúne, juntamente com outros convidados, para celebrar. Estão lá os filhos, John (Kyle Chandler), Meg (Linda Cardellini), Kevin (Norbert Leo Butz) e o recém-retornado ao lar Danny (Ben Mendelsohn), além dos pais Robert (Sam Shepard) e Sally (Sissy Spacek). Tudo parece perfeito e todos parecem felizes, mas a volta de Danny a Islamorada traz à tona um passado terrível, sobre o qual a família evita falar.
A história vai e vem no tempo, revelando aos poucos a verdade sobre o passado da família, ao mesmo tempo em que deixa claro que o futuro não é nada agradável. Gradualmente, a cada episódio, vamos descobrindo que em Bloodline nada é o que parece. Todos têm os seus segredos e vivem suas próprias mentiras. Não há heróis ou vilões. E o final de tudo isso não tem como ser feliz.
Filmado com alta sofisticação, Bloodline carrega as imagens de tons claros, exacerbando o cenário luminoso e belo; mas a intenção é outra. O que parece claro e colorido não passa de um contraste perfeito para a série, que mostra que o que é aparente quase nunca é verdadeiro.
Chama a atenção também o fato de que os personagens estão o tempo todo suando e ingerindo todo tipo de bebida alcoólica. Pode não ser nada de mais, mas depois de 13 episódios só podemos concluir que essa seja a maneira de mostrar como as pessoas são vazias - a razão da bebida -, e como estão cansadas de serem assim, daí o suor.
No fim, Bloodline tem um ótimo gancho para uma nova temporada, que ainda não está confirmada. Espero que haja uma segunda temporada, porque a série, dos mesmos criadores de Damages, é um suspense crescente com um clima sombrio (embora o cenário seja ensolarado), que consegue prender a atenção do espectador sem subestimar sua inteligência. Altamente recomendável.

Bloodline (2015– ) on IMDb